Central de Notícias

jornalista Guilherme Guidorizzi

Outros Carnavais

tvmemo

carnaval

No sentido horário, chamada da Manchete, Fausto Silva e Marcelo Rezende na Globo e passista de vinheta do extinto canal 6 do RJ

Às vésperas de mais uma sequência de tardes e noites dedicadas às escolas de samba ou aos trios elétricos, o ‘CENTRAL’ lembra curiosidades das transmissões da época de Momo na TV.

Em alguns anos… – Durante uma época, a Globo não exibia, na íntegra, o desfile das escolas do Rio para o resto do país. A transmissão começava pela metade. Já na segunda-feira, a transmissão para o próprio Rio só tinha início na segunda escola a desfilar. Os compactos dos desfiles ocorriam após os desfiles, no meio da manhã e à tarde. Houve anos em que o ‘Jornal Nacional’ ia ao ar, para o Rio, no meio de uma escola para a outra.

Folia paulista – O desfile de São Paulo só era exibido, pela metade, para o estado durante uma época, quando todas as escolas do Grupo Especial se apresentavam em uma única noite (sábado). Em 2000, as agremiações passaram a desfilar em dois dias (sexta e sábado). Logo no primeiro ano, a Globo deixou de exibir a apresentação de uma escola (no caso, a Tom Maior). Desde 2001, é exibido na íntegra.

Todos os anos… – O público que assiste aos desfiles de casa ou das arquibancadas podia (e ainda pode) votar nas suas escolas favoritas. Em uma época, a pesquisa ocorria no Sambódromo. Depois, por telefone fixo. Com o advento das novas tecnologias, o voto passou a valer também por celular e Internet. Vídeos de internautas ganharam as transmissões dos anos 2000.

Animação virtual – No Carnaval ‘Globeleza’, figuras dos dias de folia como Rei Momo e Negra Maluca apareciam na tela. Um coração e instrumentos de percussão traziam momentos do desfile. Além, é claro, de várias animações nas cores da escola que estava se apresentando, como bolhas, um tapete, arcos e fogos de artifício.

Fernando Vanucci – O dono do bordão ‘alô, você’ foi quem mais ocupou o cargo na Globo, sempre acompanhado de outros jornalistas, entre meados dos anos 80 a 99. Esteve ao lado dele Eliakim Araújo (87 a 89), William Bonner (90 e 91), Fátima Bernardes (92 a 97), Isabela Scalabrini (98) e Renata Capucci (99). Em 97, o segmento para o RJ foi apresentado por Vanucci e Leilane Neubarth; Fátima só começou a narrar quando o desfile entrou em rede.

O esporte ainda manda – Após a saída de Vanucci, o ano de 2000 foi o único que contou com não jornalistas esportivos: Pedro Bial e Glória Maria. Cléber Machado foi efetivado em 2001 e dividiu as transmissões com Glória Maria (2001), Maria Beltrão (de 2002 a 2008) e Glenda Kozlowski (2009). Luis Roberto e Glenda ancoram desde 2010.

Divisão – Na maioria dos anos, Globo e Manchete faziam um ‘pool’ do Carnaval do RJ. Em 99, com a emissora dos Bloch naufragando, a Band dividiu os trabalhos: Luciano do Valle e Astrid narraram. Desde 2000, a Globo transmite sozinha.

Em SP – Mariana Godoy é quem acumula mais tempo no cargo de narradora. Em 95 e 96, dividiu a apresentação com William Bonner. Com Cléber Machado ancorou as transmissões de 97 até 2000 e entre 2010 a 2012. A jornalista apresentou também o Carnaval com Britto Jr. em 2001 e 2002. A dupla Chico Pinheiro e Renata Ceribelli ficou à frente dos desfiles de 2003 a 2009.

Maurício Kubrusly – O jornalista já cobriu a festa do Rio e de São Paulo. Seja como repórter ou como comentarista desde os anos 90.

Lecy Brandão e Haroldo Costa – Os dois são os nomes mais conhecidos no ramo dos comentários de Carnaval. Haroldo esteve na Manchete em anos como 87, 90, 92, 94, 95, 97 e 98. Em 99, transfere-se para a Globo, onde até até hoje. Já Lecy apareceu na Globo (em vários anos como de 1989 a 92 e 2002, comentando a folia do RJ; e a partir de 2003 até 2010, em São Paulo), CNT (Acesso, 96) e Manchete (São Paulo, 97)

Outros comentaristas da Globo – Ao longo dos anos, no RJ ou em SP, foram vários como Paulinho da Viola, Luís Lobo, Roberto Moura, José Dias, Lena Frias, Gio de Moraes, Márcio Antonucci, Marília Carneiro, Antonio Carlos Ataíde, Mauro Monteiro, Jorge Aragão, Maria Augusta, Dudu Nobre, Fernanda Abreu, Eri Johnson, Sérgio Cabral, Albino Pinheiro, João Marcelo Bôscoli, Chico Spinoza, Pedro Luís, Deborah Colker, Geraldo Carneiro, Leandro Lehart, André Abujamra, Teresa Cristina, Alíton Graça, Celso Viáfora, Negra Li, Helio de La Peña e Ivo Meirelles.

Carnaval da Manchete – Em 1984, a emissora exibiu sozinha o primeiro Carnaval com a Sapucaí. Algumas brigas com a Globo vieram na sequência. Em 93, a rede ficou de fora. Já em 98 exibiu seu último Carnaval. Ao longo desses anos, a Manchete foi , algumas vezes, responsável pelo Grupo de Acesso e pelos Desfiles das Campeãs, além de mostrar os desfiles de SP e as apurações das duas cidades.

Comentaristas da Manchete – Entre outros, Fernando Pamplona, Maria Augusta, Roberto Barreira, José Carlos Rego, Albino Pinheiro, Sérgio Cabral, Mestre Marçal, João Saldanha e Terezinha Monte. Paulo Stein foi sempre o narrador oficial, e chegou a dividir o posto com Eliakim Araújo.

E ainda – Faustão e Marcelo Rezende cobriam o Carnaval da Globo em 1989. Um ano depois, era a vez da turma do ‘Casseta & Planeta’. Alexandre Garcia e Mônica Waldvogel procuravam políticos no samba de 1991. Depois vieram nos camarotes Virgínia Novick, Thunderbird, Kátia Maranhão, Guilherme Karan, Renata Ceribelli, Luciano Huck, André Marques, Dani Suzuki, Ivo Meirelles e Sarah Oliveira. Márcio Canuto viveu vários personagens, uma para cada escola de São Paulo, em 2002.

Extras – Ao longo dos anos, a Globo criou espaços diferentes para rápidas entradas entre uma escola e outra. Assim surgiram a ‘Cobertura do Samba’ (em 1992), a ‘Esquina do Samba’ (anos 2000) e o ‘Estúdio Globeleza’ (em 2011, no RJ e em SP). A famosa ‘bolha’, onde ficavam os narradores, foi criada em 2001, nas duas cidades, e permaneceu até 2009. Em 2007, no RJ, um estúdio de vidro foi montado na concentração e tinha Márcio Gomes como âncora. Léo Batista e Hilton Gomes fizeram papel semelhante nos anos 80, mas sem um estúdio próprio. A Manchete também criou o seu ‘puxadinho’. Em 92, havia o ‘Botequim da Manchete’ com Oswaldo Sargentelli e Adelzon Alves.

Bailes e concursos – Nos salões com anônimos ou os concursos de fantasias, as emissoras sempre cobriram tais eventos até os anos 2000. Na Manchete, entre outros, chegaram a apresentar Roberto Canazzio, Nina de Pádua, Jonas Bloch, Anamaria Nascimento e Silva, Cristina Oliveira, Flávia Monteiro, Rogéria, Gerson Brnner, Vanessa de Oliveira, Marcos Breda, Núbia de Oliveira, Pedro Bismarck, Otávio Mesquita e Helô Pinheiro. No início dos anos 90, o SBT exibiu alguns bailes do Scala, inclusive um que levava o seu nome. Band e CNT também mostraram a animação nos salões. Pela rede paranaense, entre outros, Júlio Lopes e Vanessa de Oliveira.

Grupos de Acesso – Além da Manchete, o segundo principal grupo da folia do RJ já foi exibido também pela CNT, Band e SBT. A emissora paranaense contava quase sempre com a narração de Jorge Perlingeiro no chamado ‘Carnaval do Povão’. Entre tantos comentaristas, Milton Cunha, Max Lopes e Jorge Aragão. Em 2010 e 2011, a Band exibiu com narração de Sérgio Costa e Adriane Galisteu. No ano passado, Carlos Nascimento e Eliana fizeram parceria no SBT. O Acesso do Carnaval de São Paulo chegou a ter transmissão da Cultura e da Band.

Apurações – Globo, Manchete, CNT, Band e SBT foram as emissoras que cobriram a ‘hora da decisão’ do RJ ou SP. Do Grupo Especial ou de Acesso.

Campeãs – Desde a década de 90, Globo, Manchete, SBT, Band e Cultura já exibiram os desfiles das vencedoras no RJ ou em SP.

Nordeste – Desde 1993, a Band exibe a folia em Salvador. Desde então, vários nomes passaram pela apresentação ou fizeram reportagens. Entre eles, Amaury Jr., Luciano do Valle, Joana Prado, Suzana Alves, Silvia Poppovic, Patrícia Maldonado, Adriane Galisteu, Otaviano Costa, Astrid Fontenelle, Fernando Vanucci, Sabrina Parlatore, Téo José, Nivaldo Prieto, Gilberto Barros e Marcos Mion.

Lado B – Em 2002, a RedeTV! criou os ‘Bastidores do Carnaval’. A partir daí, Nelson Rubens ancora as transmissões com vários repórteres que fazem até hoje uma cobertura constrangedora. Entre eles, Luciana Gimenez, ET, Monique Evans, Amaury Jr., Luisa Mell, Wagner Sugamelle, Verônica Costa, Wesley Crespo, Daniela Albuquerque, Flávia Noronha, Léo Áquilla, Ronaldo Ésper, a turma do ‘Pânico na TV’, dr.Rey, Fernando Vanucci, Carla Perez, Adriana Bombom e Adriana Lessa.

Baile Gay – O divertido baile, extinto este ano, já passou na tela da Band, Manchete, RedeTV! e CNT. Em alguns casos, apenas seus bastidores. Chegaram a cobrir o evento Elke Maravilha, Ricardo Corte Real, a turma do ‘Pânico na TV’, Monique Evans e Otávio Mesquita.

Um comentário em “Outros Carnavais

  1. ANA PAULA
    8 de fevereiro de 2013

    Esqueceu do emilio surita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 8 de fevereiro de 2013 por em Televisão, TV Memória.

Categorias

%d blogueiros gostam disto: